segunda-feira, 25 de abril de 2011

Um Segredo e Um Amor



Um segredo e um amor
O que será maior em mim

O segredo desse amor
Não pode mais viver assim


E se eu pudesse revelar
Os versos que eu te dediquei
Se eu pudesse te contar
Os sonhos todos que sonhei


Se eu gritasse para o mundo ouvir
Até onde a voz pudesse ir
Eu não seria um sonhador
E nem mais um segredo


Meu amor

TUDO PRA VOCÊ...


E todas as músicas de amor que eu já fiz
Eu fiz... Pra você
E todos os filmes de amor que eu já vi passar
Passaram... Pra você.
É, você tá em todos os momentos que eu vivo
E que eu desejo.
É, você impregnou na minha carne, nos meus sonhos
E agora não tem volta
Eu preciso te viver.
E todas as flores que eu já vi desabrochar
Desabrocharam... Pra você
E todos os beijos mais apaixonados que eu guardei
Estão guardados... Pra você.
É, você tá em todos os momentos que eu vivo
E que eu desejo.
É, você impregnou na minha carne, nos meus sonhos
E agora não tem volta
Eu preciso te viver.
Contam nossa história
De tristezas e glórias
O poema mais bonito
Que eu já li...
É, você tá em todos os momentos que eu vivo
E que eu desejo.
É, você impregnou na minha carne, nos meus sonhos
E agora não tem volta
Eu preciso te viver.
E todas as músicas, os filmes, e as flores e os beijos...
Pra você!


Sempre foi Você...

terça-feira, 12 de abril de 2011

Poesia Felicidade


Não se acostume com o que não o faz feliz, revolte-se quando julgar necessário.
Alague seu coração de esperanças, mas não deixe que ele se afogue nelas.
Se achar que precisa voltar, volte!
Se perceber que precisa seguir, siga!
Se estiver tudo errado, comece novamente.
Se estiver tudo certo, continue.
Se sentir saudades, mate-a.
Se perder um amor, não se perca!
Se o achar, segure-o!

quarta-feira, 6 de abril de 2011

Carta Aos Apaixonados



Quando dois corações pulsam no mesmo ritmo,
todo o Universo a sua volta harmoniza-se.
Quando duas almas se encontram e se reconhecem,
o tempo é mera ilusão e todo o sofrimento,
pequeno espinho do caminho...
As alegrias simples, transbordam do cálice do amor
e os pequenos gestos de carinho,
movimentam turbilhões de sentimentos elevados,
que alcançam as esferas sublimes emocionando até aos anjos.
Esse encontro pode durar um segundo, um mês ou mil anos,
mas será eterno o seu encanto.
E o bem que faz aos dois, multiplica-se para milhões,
pois que funde-se ao amor Divino, objetivo dos objetivos.
Esse encontro pode se dar por um olhar,
por carta, telefone, pessoalmente e até telepaticamente...
O que importa, é que as ações, pensamentos e palavras,
ficarão eternizadas ecoando pelo cosmos,
como ondas de rádio a viajar pelo espaço infinito,
semeando vida e amor.

~ © Marcel de Alcântara ~

terça-feira, 5 de abril de 2011





Memória


Amar o perdido
deixa confundido
este coração.

Nada pode o olvido
contra o sem sentido
apelo do Não.

As coisas tangíveis
tornam-se insensíveis
à palma da mão

Mas as coisas findas
muito mais que lindas,
essas ficarão.

Carlos Drummond de Andrade